Como economizar água?

Confira dicas para economizar água no seu cotidiano

A primeira dica importante para economizar água é tomar consciência do seu consumo diário. Você sabe quantos litros de água consome por dia? Se ainda não sabe pegue a sua última conta d’água e veja quantos metros cúbicos sua residência consome por mês. Cada metro cúbico equivale a mil litros de água. Portanto se na sua residência o consumo é de 12 m3, significa que consomem 12 mil litros de água por mês. Divida este valor pelo número de moradores e saberá qual o consumo médio por pessoa na sua residência. Para saber o consumo diário, divida este valor por 30 dias.

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA NO DIA A DIA

Hora do banho

  • Para um banho econômico, orientamos abrir a torneira e enxaguar rapidamente o corpo todo. Com a torneira fechada, ensaboe-se tranquilamente. Abra a torneira, enxague o corpo e retire todo o sabão. Pronto! Adotando esse procedimento é possível reduzir em até 90% a quantidade de água utilizada para banho.
  • Banhe-se em cima de uma bacia d’água. Toda água utilizada no banho pode ser reaproveitada para a descarga do vaso sanitário, água suficiente para economizar uma ou duas descargas diárias.
  • Caso tenha uma ducha no seu banheiro, instale um redutor de vazão. A instalação é muito simples e econômica (gaste menos de R$ 5,00). Para aprender a instalar um redutor siga a dica do site SempreSustentavel.com.br.

Descarga

  • Procure economizar o número de descargas diárias. Faça o maior número de xixis antes de acionar a válvula e economize entre 6 e 40 litros por vez (dependendo da sua válvula)
  • instale uma caixa sanitária acoplada no seu vaso sanitário. Muito mais econômica que as antigas válvulas de parede, consome entre 3 e 6 litros, contra até 40 das válvulas antigas.
  • Reutilize a água do banho, da chuva e da máquina de lavar na descarga.
  • Caso possua mais de um banheiro em casa, estude a possibilidade de transformar um deles num banheiro seco. Saiba do que se trata neste link.

Captação da água da chuva

  • instale uma cisterna em sua casa. A água das chuvas pode ser utilizada para lavagem do quintal, rega de plantas, descarga sanitária e com um simples tratamento é possível utilizá-la até para lavar roupas. E durante a estiagem quando não houver mais chuvas para captar, a cisterna servirá como reservatório extra para o armazenamento de água durante os rodízios no abastecimento.

Água da máquina de lavar

  • Utilize a máquina de lavar sempre na carga máxima.
  • A primeira água dispensada pela máquina é a da lavagem. Já ensaboada, é perfeita para lavar o chão, a bicicleta, o carro e claro, para a descarga.
  • A água do enxague sai bem limpinha. Podemos usar essa água para iniciar uma nova lavagem de roupas. Se você usa sabão biodegradável, essa água serve até para a rega das plantas!

 

 

Lavagem do quintal

  • Não utilize a mangueira como vassoura! Varra e recolha o lixo. Se possível, composte o material orgânico.
  • Utilize um balde com água da chuva, ou reutilizada da máquina de lavar para limpar a poeira, fezes e urina de animais domésticos. Sempre com balde, mangueira é sinônimo de disperdício.

Rega das plantas

  • Prefira regar cedo da manhã e após o pôr do sol para evitar o disperdício por evaporação
  • Prefira sempre utilizar um regador ao invés da mangueira. Como dito anteriormente, mangueira é sinônimo de disperdício.
  • Pense em substituir seus vasos convencionais por vasos freáticos. Nesses vasos a planta só consome a água que precisa evitando o disperdício durante a rega.

Para os cidadãos já habituados a economia da água, ou aqueles afim de se aprofundar ainda mais, aqui vai o link para as orientações avançadas da experiente permacultora Claudia Visoni, uma das fundadoras do movimento Cisterna Já.

Comentários

comments

Posted in: